VIOLÊNCIA CONTINUA: Carro de Haddad é cercado por bolsonaristas

0

O candidato da frente democrática, Fernando Haddad (PT), teve o carro cercado nesta quinta-feira 11, em Brasília, por um apoiador de Jair Bolsonaro, que hostilizou o petista e membros da CNBB (Confederação Nacional dos Bispos do Brasil). O ex-prefeito tinha acabado de fazer uma visita à entidade católica.

Segundo a assessoria de campanha do petista, o carro foi fechado por uma caminhonete com um homem não identificado, que gritava “Bolsonaro vai acabar com todo mundo”. Ninguém ficou ferido e não foi registrado boletim de ocorrência.

Uma onda de ódio tem resultado em diversos atos de violência pelo País nessas eleições, com os agressores sempre citando o nome de Bolsonaro, influenciados por discursos de ódio e preconceito já feitos pelo candidato.

Continua depois da Publicidade

O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) publicou no Twitter a foto do homem que estava na caminhonete. Confira abaixo:

Ontem, em Brasília, esse cidadão apoiador de Bolsonaro fechou com seu carro por diversas vezes a comitiva em que estava Fernando Haddad.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.