CADÊ A HONESTIDADE? Fundo ligado a Paulo Guedes lucrou R$ 590 mil com informação privilegiada

0

UOL:

Um fundo de investimentos ligado ao economista Paulo Guedes lucrou R$ 592 mil em transações na Bolsa de Valores com o uso de informação privilegiada. Corrigido pela inflação, este valor seria o equivalente a R$ 1,9 milhão. O caso foi julgado pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários), responsável por regular o mercado financeiro.

Em 2007, o órgão condenou o fundo, o irmão de Paulo Guedes, Gustavo Henrique Nunes Guedes, e outras duas pessoas pela prática conhecida como “insider trading”. Apesar de ter sido apontado pelo próprio irmão como um dos gestores do fundo, Paulo Guedes foi absolvido porque, na avaliação da CVM, não teve participação direta na operação investigada.

O economista é conhecido como guru econômico do candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL). Seu nome é tido como certo no cargo de ministro da Fazenda em um eventual governo do capitão da reserva.

Por meio de seus advogados, Paulo Guedes negou ter participado da gestão do fundo condenado pela CVM. A alegação, porém, contrasta com o que dizem os autos do processo julgado pela comissão (leia mais abaixo). Gustavo Guedes não retornou aos contatos feitos pela reportagem.

Paulo Guedes atua no mercado financeiro há pelo menos três décadas. No final dos anos 1990, segundo a CVM, ele era um dos diretores do JGP Nextar Fund, um fundo de investimentos que comprava e vendia títulos mobiliários. Seu irmão Gustavo também era gestor do fundo.

Paulo e Gustavo Guedes são sócios em pelo menos sete empresas, incluindo uma corretora de valores.

A reportagem do UOL obteve acesso a dados do processo no qual Gustavo Guedes e o JGP Nextar Fund foram condenados pela CVM. De acordo com os autos, as operações com uso de informação privilegiada começaram em fevereiro de 1999.

A revelação de que Paulo Guedes era um dos gestores do fundo foi feita, segundo a CVM, por Gustavo Guedes, ao longo do processo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.