Le Monde destaca escândalo do bolsolão e vê mudança no cenário eleitoral

0

O Le Monde destaca que “as empresas estão atualmente fechando contratos com agências especializadas, como Quickmobile, Yacows, Croc Services ou SMS Market, para enviar mensagens em massa via sistema WhatsApp, amplamente utilizado no Brasil. ‘Eles estão preparando uma grande operação na semana que antecede a segunda rodada de votação’ , diz o jornal, falando sobre contratos no valor de 12 milhões de reais cada (2,8 milhões de euros) para centenas de milhões de mensagens enviadas.

O jornal ainda divulga a resposta do PT: “O financiamento de campanha por empresas privadas é ilegal. Fala-se de fraude”.

A reportagem francesa acrescenta que “entre as empresas compradoras figuram, segundo a Folha de São Paulo, a Havan, rede brasileira de lojas de equipamentos domésticos, um grupo de propriedade de Luciano Hang, fervoroso admirador de Jair Bolsonaro, que já se destacou na campanha ao transmitir um vídeo a seus funcionários explicando que, em caso de vitória do PT, a cadeia de distribuição teria de demitir”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.