Haddad para multidão: ‘resolvi derrotar Jair Bolsonaro no próximo domingo’

0

O ato democrático realizado nos Arcos da Lapa, no Rio de Janeiro, com a presença de artistas e intelectuais e cerca de 70 mil pessoas parece ter inflamado a campanha de Fernando Haddad (PT). O tom da campanha mudou e o próprio discurso do candidato tomou nova consistência. Haddad disse: “Bolsonaro disse em discurso transmitido na Avenida Paulista no domingo (passado) que, depois das eleições, eu teria dois destinos: a prisão ou o exílio. Resolvi derrotar Jair Bolsonaro no (próximo) domingo”.

Haddad apontou uma dinâmica otimista para a reta final da campanha. No discurso no encerramento do ato, disse sentir, ‘desde ontem (segunda-feira)’, um clima de ‘virada’ no ar, defendeu que se ‘abrace’ o eleitor de baixa renda que sempre votou no PT para conquistar votos na última semana e voltou a atacar o adversário Jair Bolsonaro (PSL)”.

Houve adesão em massa de artistas ao ato de apoio a Haddad, como Caetano Veloso, Chico Buarque e Mano Brown. O tom otimista inflamou o público.

Haddad concordou com Mano Brown, que fez um discurso de advertência sobre o risco de derrota. Haddad disse que entendia e respeitava o que disse Brown. ‘O que ele disse é sério’, afirmou o candidato do PT, defendendo que é preciso ‘dar razão’ às pessoas que estão votando em Bolsonaro não porque confiam nele, mas porque ‘estão desesperadas’.”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.