Distância entre candidatos cai e eleitores contam por que desistiram de Bolsonaro

0

A dois dias do segundo turno das eleições, as pesquisas de intenção de voto mostram uma diminuição na vantagem do candidato Jair Bolsonaro (PSL) sobre Fernando Haddad (PT). Segundo a pesquisa Datafolha, divulgada na última quinta-feira, 25, a distância entre os candidatos caiu de 18 para 12 pontos. Entrevistamos eleitores que votariam em Bolsonaro, mas decidiram mudar de posicionamento e explicam por quê.

“Mudei meu voto porque ia votar em Bolsonaro única e exclusivamente pois queria a alternância do poder. Porém, consegui perceber o quão prejudicial seria esse candidato para a sociedade”, relata Amanda Sampaio, fisioterapeuta de Salvador. Ela conta que havia escolhido Ciro Gomes no primeiro turno, mas pensava em votar no candidato Jair Bolsonaro no segundo turno. Para Sampaio, ele poderia “diminuir a questão da violência e criminalidade aqui no Brasil e achava saudável para o país que houvesse a alternância de poder”, mas diz que tinha muito medo do que Bolsonaro poderia representar, especialmente “após ver vídeos com depoimentos gravíssimos dele”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.