Mourão é proibido de falar um dia antes da eleição; CONFIRA!

0

O general Hamilton Mourão, vice na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), afirmou que recebeu a orientação para não falar nenhuma “bobagem” neste sábado (27), véspera do segundo turno das eleições.

Ele desembarcou por volta de 18 horas em Brasília, onde vai votar na manhã deste domingo (28).

“[Recebi o pedido de Bolsonaro para] que se eu encontrasse vocês aqui não falasse nenhuma bobagem”, afirmou.

“Algumas [bobagens] eu sei que falei, né. Não me arrependo de nada porque eu sou sincero”, completou o general, na saída do aeroporto. Ele foi parado por pelo menos 15 pessoas, tirou fotos e ouviu gritos de apoio.

Mourão ficou marcado por declarações polêmicas durante a corrida presidencial.

O candidato a vice falou também que acredita que o resultado do segundo turno será 60% dos votos válidos para Bolsonaro e 40% para Fernando Haddad (PT).

“Vários já passaram por essa história do já ganhou e tiveram que voltar atrás. Mais prudente é aguardar”, disse. “Se ele [Haddad] vencer é porque a maioria da população quis assim. Tem que ser respeitado. Como é o nome disso aí? Democracia, né?.”

O general ainda comentou a declaração do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa, que disse que vai votar em Haddad.

“Coerente com os posicionamentos do ministro. Porque ele é um homem de esquerda”.

No último Datafolha, divulgado na quinta-feira (25), Bolsonaro apareceu com 56% dos votos válidos e Fernando Haddad (PT) com 44%.

(Camila Mattoso) – Folha

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.