Início Brasil Bolsonaro ataca liberdade de expressão e processa donos da Folha

Bolsonaro ataca liberdade de expressão e processa donos da Folha

por Portal Click Política

Desesperada diante da possibilidade de virada e derrota no segundo turno das eleições, a equipe de Jair Bolsonaro (PSL) protocolou neste sábado (27) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE ) uma ação contra o presidente do Grupo Folha, Luiz Frias, a diretora Editorial e de Redação da Folha, Maria Cristina Frias, e a repórter do jornal Patrícia Campos Mello, autora da reportagem que denuncia um esquema de financiamento via caixa 2 para sua campanha para disparar fake news via WhatsApp.

O pedido também requer a cassação e inelegibilidade por oito anos do candidato Fernando Haddad (PT) e de sua vice, Manuela D´Ávila (PCdoB).

O deputado pede provas ao jornal. “A ação é uma fantasia ridícula. Ato inequívoco de tentativa de intimidação. Contra a imprensa livre”, disse o advogado da Folha, Luís Francisco Carvalho Filho.

“A matéria não aponta nenhuma prova, apenas tece narrativa não corroborada por depoimentos, nem documentos”, argumentam os advogados de Bolsonaro. “A Folha de S.Paulo utilizou seus recursos empresariais para interferir diretamente no pleito eleitoral”, ressaltam.

O vice-procurador-geral eleitoral, Humberto Jacques de Medeiros, opinou na última quarta (24) pela improcedência do pedido de Bolsonaro. Para ele, se o fato noticiado pela Folha demanda apuração, não é possível afirmar de imediato que ele é sabidamente inverídico.

Com medo de perder, Bolsonaro também já pediu ao TSE investigação contra Roger Waters por suposto caixa dois em shows no Brasil e a cassação de Haddad em outro processo, pela manifestação política do roqueiro contra o fascismo durante suas apresentações no País.

CLICK POLÍTICA com informações de brasil247

Deixe seu Comentário

Você também pode gostar

Deixe o Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência em anúncios, clique em aceitar para fechar esta janela. Aceitar