EM DESESPERO, BOLSONARISTAS ESPALHAM FAKE NEWS E HADDAD REAGE

0

Nas últimas horas antes da votação do segundo turno, que acontece neste domingo 28, eleitores de Bolsonaro, desesperados com a possibilidade de virada, estão espalhando massivamente nas redes sociais uma mentira absurda contra Fernando Haddad (PT), acusando-o de ter estuprado uma garota de 11 anos.

A mentira é espalhada junto com uma imagem de Haddad e uma criança, que é apresentada, na fake news, como “a pequena Vitória, de 11 anos”, e que supostamente seria a vítima. A jovem da imagem é, no entanto, a atriz e cantora Esther Marcos, que integrou o elenco da novela Carrossel e hoje está com 16 anos.

“As pessoas que estão divulgando essa fake news estão cometendo crime. E terão de responder na Justiça”, reagiu a campanha de Haddad. “A canalhice está solta. Turma do mal, da mentira, do ódio! Não vão ganhar. Vocês não tem limites, canalhas, bandidos”, rebateu no Twitter a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR).

O site Lula.com.br também publicou um desmentido. “Gravíssimo: seguidores de Bolsonaro criam fake news acusando Haddad de estupro. É mentira! Denuncie!”, diz o título do texto. Leia a íntegra:

O crescimento de Haddad na reta final da campanha deixou os apoiadores de Bolsonaro apavorados. E as mentiras agora chegaram ao ponto criminoso de acusar Fernando Haddad de estupro! Uma mentira suja, triste, sórdida, baixa, absurda. Uma mentira grave, em suma.

É fake news, da pior qualidade. Se você receber em algum lugar essa notícia falsa, denuncie!

A imagem criminosa veiculada nas redes sociais é uma montagem que se utiliza de uma foto antiga, de 2013, de uma youtuber e atriz mirim.

Os responsáveis por espalhar essa fake news cometem graves crimes, não apenas contra Fernando Haddad, mas também contra uma adolescente, completamente inocente, que está sendo exposta nas redes. Até onde esses criminosos são capazes de ir?

As pessoas que estão divulgando essa fake news estão cometendo crime. E terão de responder na Justiça.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.