OPRESSÃO AOS POBRES: Temer vai sugerir a Bolsonaro tramitar a ‘desumana’ Reforma da Previdência

0

(Reuters) – O presidente Michel Temer disse em pronunciamento neste domingo ter “absoluta convicção” de que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, fará “um governo de muita paz e muita harmonia, que é mais o que o nosso país necessita”.

De acordo com Temer, as primeiras declarações de Bolsonaro, com quem falou por telefone, como presidente eleito buscam a unidade, a pacificação e a harmonia do país.

“Seguramente, eu posso dizer, testemunhando as palavras do presidente eleito, que ele buscará precisamente isso”, disse Temer em Brasília.

O presidente afirmou ainda que a transição de governo já está “praticamente formatada e organizada” e terá início na segunda-feira, acrescentando que deve se encontrar com Bolsonaro em algum momento desta semana.

Segundo Temer, quando houver oportunidade, pretende conversar com Bolsonaro para oferecer a ideia de tramitar a reforma da Previdência, que segundo ele já está “formatada e pronta para ser votada”.

Temer afirmou que se o Congresso quiser modificar “demais aquilo que já está pronto para ser votado, evidentemente não dá tempo”, mas se Bolsonaro quiser avançar com a proposta que está pronta, dois meses podem ser suficientes.

“Devo esclarecer que ela só irá adiante se evidentemente tiver o apoio do presidente eleito e da sua equipe. Se isso ocorrer, eu acho que ainda é possível realizá-la nesse ano”, disse Temer a jornalistas em Brasília.

“A estrada estará inteiramente asfaltada para o próximo governo.”

Bolsonaro derrotou o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) no segundo turno da eleição presidencial. Com 97,4 por cento das urnas apuradas, o candidato do PSL tinha 55,4 por cento dos votos válidos, contra 44,6 por cento do petista.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.