Após criticar Bolsonaro durante a campanha, Jornalista é demitido da Gazeta do Povo

0

O jornalista Rogério Galindo, que assinava o blog Caixa Zero, do jornal Gazeta do Povo, foi demitido nesta segunda-feira (6), após trabalhar durante 18 anos na empresa. Galindo era das poucos vozes que destoavam no veículo de perfil conservador e foi desligado, provavelmente, por ter feito, ao longo da campanha, sucessivas críticas ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

O senador Roberto Requião manifestou solidariedade ao jornalista em sua conta do Twitter, nesta segunda-feira.

Apos escrever que a imprensa foi responsavel em eleger Bolsonaro ao ser conivente com o ódio, o excelente jornalista Rogerio Galindo foi demitido da Gazeta do Povo.
18 anos de casa.
Temos ainda jornalistas de verdade.
Minha solidariedade e entusiasmo com Galindo.

— Roberto Requião (@requiaopmdb) 5 de novembro de 2018

“Após escrever que a imprensa foi responsável em eleger Bolsonaro ao ser conivente com o ódio, o excelente jornalista Rogerio Galindo foi demitido da Gazeta do Povo. 18 anos de casa. Temos ainda jornalistas de verdade. Minha solidariedade e entusiasmo com Galindo.”

O próprio Galindo se manifestou através do Facebook e disse esperar que seus “filhos, quando vierem a entender o mundo, achem que as decisões que eu tomei e que me trouxeram até aqui foram acertadas”, escreveu.

“Fui demitido hoje da Gazeta do Povo, depois de 18 anos. Minha única ambição é que meus filhos, quando vierem a entender o mundo, achem que as decisões que eu tomei e que me trouxeram até aqui foram acertadas.

“De resto, é tentar evitar arrependimentos e rancores, tentar construir coisas novas e um mundo melhor pra essa meninada que está chegando. Fora isso, não tenho muitos planos.

Beijo pra todo mundo que fez parte dessa história. Vocês estão na minha memória sempre. E boa sorte pra quem fica. O jornalismo precisa de vocês.”

CLICK POLÍTICA com informações de Revista Forum

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.