URGENTE: Antes de assumir, Bolsonaro declara guerra ao Congresso Nacional; CONFIRA!

0

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, não vai mais ao Congresso Nacional, na próxima terça-feira (13). Os encontros com Eunício Oliveira (MDB), presidente do Senado e Rodrigo Maia, presidente da Câmara (DEM), que constavam da agenda de Bolsonaro, foram cancelados, informou a equipe responsável pela transição de governo.

O cancelamento dos encontros ocorre em meio a discordâncias entre a equipe eleita e o presidente do Senado e da Câmara. Nesta semana, Eunício demonstrou insatisfação por não ter sido procurado pela equipe de Bolsonaro. O futuro ocupante do Palácio do Planalto se encontrou com os chefes dos dois outros poderes, Executivo e Judiciário.

Em entrevista, Eunício, que não se reelegeu, lembrou que ainda é presidente de um dos poderes e disse não estar preocupado “se Bolsonaro vai gostar ou não” do que é votado no Congresso.

Gerou desconforto ainda entre os parlamentares frase do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, defendendo “uma prensa” no Congresso para aprovar a reforma da Previdência. Em relação a Maia, preocupa ao presidente da Câmara que uma linha do PSL não esteja disposta a apoiar sua reeleição à Casa no ano que vem.

Dentro da equipe de Bolsonaro há a preocupação de que os parlamentares que não foram reeleitos utilizem o resto do ano para votar as chamadas “pautas bomba”, com impacto fiscal.

Com informações do UOL

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.