SERÁ CASSADO? Barroso dá 3 dias para Bolsonaro explicar ‘inconsistências’ em contas

0

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Luís Roberto Barroso intimou nesta terça-feira (13) a campanha do presidente eleito Jair Bolsonaro a prestar esclarecimentos, em até três dias, sobre 23 “inconsistências” na prestação de contas dele apresentada na última sexta (9). As supostas irregularidades foram apontadas por técnicos da Assessoria de Exame de Contas Eleitorais e Partidárias (Asepa) do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

De acordo com reportagem do jornal Folha de S.Paulo, publicada nesta segunda-feira (12), entre os problemas listados pela equipe de análise de prestação de contas, estão inconsistências entre dados informados pela campanha e aos registrados em órgãos oficiais, o descumprimento de prazos para informe à Justiça Eleitoral de receitas e o recebimento de doações de fontes vedadas.

Relator no TSE das contas de campanha, Barroso terá de submeter o procedimento a julgamento no plenário do TSE, mas ainda não há data marcada para a Corte analisar o caso.

A diplomação de Bolsonaro está marcada para o dia 10 de dezembro, mas, para receberem o diploma os candidatos eleitos precisam estar com o registro de candidatura deferido e as contas de campanha julgadas – não necessariamente aprovadas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.