Chefe da ONU cita Brasil como exemplo de eleição afetada por ‘desinformação’

0

A alta comissária de Direitos Humanos da ONU, Michelle Bachelet, mencionou o Brasil nesta quarta-feira, 14, para exemplificar comoa “desinformação” influenciou nas eleições presidenciais.

“Em alguns países, um volume amplo de dados está sendo coletado por meio de monitoramento, e são usados para determinar pontuações pessoais ou negando acesso às oportunidades”, alertou Bachelet, em discurso na Universidade de Genebra.

“Essa relação entre inteligência artificial e a coleta de dados sobre nossas personalidades e escolhas vão um passo além quando são usadas, por atores públicos ou privados, para manipular nossos pensamentos e mudar nossas escolhas”, alertou.

“Isso não é ficção científica”, disse. “Seja na eleição presidencial dos EUA, no referendo sobre o Brexit no Reino Unido ou nas recentes eleições no Brasil e Quênia, onde pesquisas falsas e desinformação foram amplamente compartilhadas, estamos vendo um aumento do uso de campanhas de desinformação e robôs nas redes sociais para influenciar opiniões e escolhas de eleitores individuais”, alertou.

CLICK POLÍTICA com informações de UOL

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.