Moro deixou “roteiro pronto” para que sua amiga condenasse Lula; CONFIRA!

0

O depoimento de Lula ontem (14) à juíza substituta do juiz Sérgio Moro, Gabriela Hardt, da 13º Vara Federal em Curitiba, demonstrou que a Lava jato, em mais uma farsa jurídica, encaminha nova condenação ao ex-presidente no caso do sítio de Atibaia.

A senadora e presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, afirmou ontem em Curitiba que não há nenhuma outra expectativa que não seja uma nova condenação do petista de Lula.

O PT está convencido que Sérgio Moro preparou um roteiro para a condenar Lula e que interferiu na eleição presidencial para ser ministro no futuro governo Jair Bolsonaro (PSL).

De fato, ao sair de férias e não pedir exoneração, Sergio Moro deixou o processo contra Lula nas mãos de uma amiga-juíza substituta impedindo que fosse redistribuído a outro magistrado e assim manteve o roteiro estabelecido de mais uma condenação.

Lula depôs durante três horas na Justiça Federal sobre o sítio de Atibaia, denunciou que mais uma vez é vítima de perseguição política e de farsa jurídica.

“Eu gostaria de falar o que eu já falei para o doutor Moro numa audiência. O primeiro processo de que eu fui vítima aqui é uma farsa, uma mentira do Ministério Público com PowerPoint. A segunda é outra farsa. Eu estou pagando esse preço, vou pagar porque sou um homem que crê em Deus, creio na Justiça, e a verdade vai prevalecer, afirmou Lula.

O ex-presidente também disse esperar que a história revele os verdadeiros objetivos da Lava Jato.

“Não sei se vou viver o suficiente para que se saiba a verdade, porque aos 73 anos a natureza é implacável. Mas peço a Deus que em algum momento a história deste país possa colocar a verdade do que passou na Lava Jato, que poderia ter sido uma coisa feita corretamente para pegar ladrão e, no meu caso, se tomou um desvio. E espero que possamos demonstrar”, lamentou o ex-presidente.

CLICK POLÍTICA com informações de esmaelmoarais

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.