Comissão do Senado aprova visita para avaliar as condições físicas e psicológicas de Lula

0

A Comissão de Direitos Humanos do Senado aprovou nesta quarta-feira (21) a formação de um grupo de senadores para visitar e avaliar as condições físicas e psicológicas do ex-presidente Lula.

O requerimento apresentado pelo senador Paulo Rocha (PT-PA) explica que a Comissão Temporária Externa será composta por 12 senadores, sem ônus para os cofres públicos.

A presidenta da CDH, senadora Regina Sousa (PT-PI) afirmou que a ideia de construção da Comissão Externa surgiu na última quarta-feira (14), data na qual o ex-presidente prestou depoimento à juíza substituta Gabriela Hardt no processo relacionado a um sítio localizado em Atibaia, SP.

“Existe uma preocupação com o ex-presidente Lula, não apenas por tudo que ele representa, mas também pela sua idade. Por isso, consideramos necessária essa visita após a divulgação das imagens do depoimento da última semana. Precisamos verificar a real situação do ex-presidente”, explicou a senadora.

O depoimento de Lula no caso do sítio de Atibaia foi marcado por interrupções e clima de hostilidade por parte da juíza Gabriela Hardt. Figuras do universo jurídico apontam equívocos na conduta da juíza substituta.

Na visão de especialistas, a conduta inquisitória demonstrada por Gabriela é totalmente desnecessária para o andamento do depoimento e fere o direito à ampla defesa. “Lula não a tratou de forma desrespeitosa em nenhum momento, só queria entender a situação do processo”, avalia o advogado Jacob Graton Filho.

Com informações da Bancada do PT no Senado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.