Zema vende Rede de Postos e coloca 500 milhões no bolso; CONFIRA!

0

Antes de assumir o governo de Minas Gerais em janeiro, o governador eleito Romeu Zema e sua família venderam por R$ 500 milhões a rede de postos do grupo. Com cerca de 300 postos, e lojas de conveniência, a rede responde pela maior parte da receita do grupo fundado pela família em 1923 em Araxá, com negócios que vão de varejo de móveis a concessionárias.

A rede Zema foi vendida ao grupo petroleiro francês Total, que já participa da exploração de petróleo no país na região do pré-sal e agora entra no setor de distribuição de combustíveis.

O grupo Zema faturou R$ 4,4 bilhões no ano passado; a área de distribuição de combustíveis foi responsável por R$ 2,5 bilhões.

Segundo a jornalista Mônica Scaramuzzo, na reportagem para O Estado de S.Paulo, o grupo Total voltou a mapear ativos na área de distribuição de combustíveis no Brasil desde o início do ano. O grupo mineiro foi procurado pelos franceses e as conversas engataram em julho. O anúncio da aquisição está previsto para hoje.

No Brasil desde 1975, a Total atua na área de exploração e produção de óleo e gás. Quarta maior empresa de óleo e gás do mundo, a companhia ganhou força no Pais ao arrematar a área do campo de Libra no primeiro leilão do pré-sal, em 2013. Em janeiro, concluiu a aquisição dos ativos de Lapa e Iara, ambos no pré-sal da Bacia de Santos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.