MP pede que Aécio devolva R$ 11,5 milhões gastos com voos particulares

0

O Ministério Público (MP-MG) entrou com ação civil pública contra o senador Aécio Neves (PSDB) por ele ter realizado 1.337 voos no período em que governou Minas Gerais sem a comprovação de interesse público.

Eleito deputado federal nas últimas eleições de outubro, Aécio foi governador de Minas Gerais por dois mandatos.

Segundo a promotoria do MP, o prejuízo causado aos cofres públicos por Aécio foi de R$ 11,5 milhões.

Na ação, o MP pede o ressarcimento do valor e quer a indisponibilidade de bens do tucano.

Neste período, foram contabilizados 138 voos para o Rio de Janeiro, onde o ex-governador tem um apartamento, e 116 para Claudio, cidade de Minas onde a família do tucano possui uma fazenda.

Com informações do Uol

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.