LEWANDOWSKI SOBRE PRISÃO: ME SENTI NA OBRIGAÇÃO DE DEFENDER A HONRA DO STF

0

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski, afirma que reagiu ao advogado que criticava o tribunal no voo São Paulo – Brasília porque ele ofendia a corte, informa a jornalista Mônica Bergamo em sua coluna. “Eu me senti na obrigação de defender a honra do Supremo”, afirmou o magistrado. Lewandowski ainda completou: “eu aceito a crítica democrática. É um direito do cidadão. Mas a ofensa às instituições é um perigo para o Estado Democrático de Direito.”

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca mais um trecho da fala de Lewandowski: “se fosse ofensa ao meu trabalho, eu poderia até relevar, como já relevei em várias outras ocasiões”.

E relembra outros episódios envolvendo o ministro: “em 2012, por exemplo, quando era relator do mensalão e presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Lewandowski foi hostilizado por uma eleitora e um mesário na seção eleitoral em que vota. E não reagiu.”

Segundo Mônica Bergamo, “o Sindicato dos Advogados de SP (SASP) divulgará nesta quinta (6) uma nota de desagravo ao ministro. ‘Tal comportamento [do advogado que filmou o magistrado] não reflete a opinião da maior parte da advocacia e dos operadores de direito do país’, diz o texto, condenando a ‘incitação ao ódio’.”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.