Nova ação contra Lula é descabida, diz defesa

0

O UOL informa que o ex-presidente Lula se tornou réu em mais um processo da Lava Jato nesta sexta-feira (14), desta vez sob acusação de crime de lavagem de dinheiro.

Nesta ação, que tramita em São Paulo, Lula é acusado de ter recebido R$ 1 milhão como contrapartida a supostas interferências que teriam beneficiado os negócios do grupo brasileiro ARG na Guiné Equatorial. O valor, segundo o MPF em SP, teria sido dissimulado como uma doação ao Instituto Lula.

A denúncia foi oferecida pelo MPF no dia 26 de novembro e aceita hoje.

Além do ex-presidente, também responderá ao processo o controlador do grupo ARG, Rodolfo Giannetti Geo, que foi denunciado por lavagem de dinheiro e por tráfico de influência em transação comercial internacional.

No dia da apresentação da denúncia, o Instituto Lula informou que todas as doações recebidas são legais e que nunca houve qualquer tipo de contrapartida. “Todas as doações ao Instituto Lula são legais, declaradas, registradas, pagaram os impostos devidos, foram usadas nas atividades fim do Instituto e nunca tiveram nenhum tipo de contrapartida”, disse em nota.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.