1643 PÁGINAS: Advogados de Lula entregam alegações finais, “foi tratado como culpado desde o começo”

0

A defesa de Lula entregou hoje à Justiça Federal no Paraná as alegações finais no processo em que responde por corrupção e lavagem de dinheiro pelas reformas do sítio de Atibaia.

Cristiano Zanin e outros 9 advogados preencheram 1.643 páginas.

Ao final, eles afirmam que Lula foi submetido a um julgamento de exceção e tratado como culpado desde as investigações, e que Sergio Moro não tem imparcialidade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.