Mourão critica ‘despetização’ de Onyx

0

O vice-presidente Hamilton Mourão criticou nesta quarta-feira, 9, a decisão do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que determinou o afastamento de 320 funcionários sob o argumento que iria “despetizar” a máquina pública, prejudicando o funcionamento de estruturas básicas da pasta, como a Comissão de Ética da Presidência da República.

“Eu vou dizer que talvez pudesse ter sido feito com mais carinho. Quando você tem 300 pessoas trabalhando num lugar e fala: ‘atenção, todo mundo para fora’, vai ter um problema, né? A não ser que eu venha com outras 300”, disse Mourão em entrevista à Folha de S. Paulo.

Ele ressaltou que o funcionário comissionado pode ter uma orientação ideológica de esquerda e não sabotar as iniciativas do novo governo. “O cara pode ser ideológico e não me sabotar. Pode não gostar do que eu penso e trabalhar. Ele faz o papel dele”, disse.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.