É GUERRA: Bannon ataca Mourão: pisa fora da linha; SAIBA!

Estrategista de Donald Trump, Steve Bannon se mostra feliz com o governo de Jair Bolsonaro, que converte o Brasil em colônia dos Estados Unidos, e demonstra, pela primeira vez, inconformismo com o vice Hamilton Mourão: “pisa fora da linha”. Ou seja: pela primeira vez, fica claro como os Estados Unidos trabalham para fazer do Brasil seu quintal, enquadrando até os generais.

As declarações foram feitas em entrevista à Folha de S.Paulo por telefone. A posição é alinhada com os filhos do presidente, que têm tentado isolar o vice. Já o presidente Jair Bolsonaro e o filho Eduardo Bolsonaro são extraordinários, disse.

- Publicidade -

O estrategista de Trump afirma que Mourão foi uma escolha ruim do “capitão”, como chama. “Disse isso ao pessoal do capitão Bolsonaro. Não é muito útil. Pela minha experiência com Trump, quando você chega [ao poder], tem que ser o mais unificado possível. Como se pronuncia? ‘Mouraro’? Ele é desagradável, pisa fora da sua linha”, declara.

“Como um observador de fora, me parece que o vice-presidente Mourão gosta de falar muito sobre política externa. Mas, até onde sei, o presidente Bolsonaro não lhe atribuiu responsabilidades e parece que foi uma decisão sábia”, acrescenta.

Na entrevista, Bannon rasga ainda outros elogios a Eduardo, com quem se encontrou em Nova York depois da campanha presidencial e também defende o filho mais velho, Flávio Bolsonaro, alvo de um escândalo de corrupção de envolvimento com milicianos no Brasil. Para Bannon, as investigações que o envolvem são parte da guerra do marxismo cultural contra a família no poder.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.