Professora admiradora de Trump diz que Martin Luther King se matou; CONFIRA!

0

Da RawStory:

Uma professora substituta apoiadora de Trump se desivou do plano de aula preparado para ela e disse para os alunos que o reverendo Martin Luther King Jr. não foi assassinado, mas que na realidade ele se matou.

Billy Byrd, o pai de um menino de 10 anos que está em uma classe de música, disse que seu filho e outros alunos negros ficaram desapontados com a professora ter apontado suas roupas de esporte como se fossem “uniformes de prisão” na sala de aula, segundo a WTVD-TV

A professora, que estava trabalhando na Rand Road Elementary School em Garner, Carolina do Norte, era para supostamente exibir para os alunos um vídeo, mas Byrd disse que seu filho e alguns outros estudantes estavam agindo de forma desordeira.
Foi quando a professora disse para os estudantes que o assassinato de King foi uma “completa fabricação”, de acordo com Byrd, que é negro.

“Que livro ela está lendo? Obviamente não é o certo e para ela dizer isso para uma sala de aula cheia de crianças, dando para elas essas falsas informações é enganoso”, disse Byrd. “Não podemos nos dar ao luxo de ter alguém no sistema escolar que esteja ensinando essa retórica prejudicial a qualquer criança – branca ou negra”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.