Lava Jato de Curitiba é derrotada no Supremo; Gilmar chama procuradores de cretinos

A Operação Lava Jato sofreu na noite desta quinta-feira 14 sua segunda grande derrota em apenas três dias. Trata-se da decisão do Supremo Tribunal Federal, por 6 votos a 5, a favor da competência da Justiça Eleitoral para julgar crimes comuns – como corrupção e lavagem de dinheiro – conexos com delitos eleitorais.

Na última terça-feira 12, a força-tarefa da Lava Jato já havia sofrido outro grande revés com a manifestação da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, contra a fundação bilionária da investigação, que seria administrada pelo Ministério Público e teria dinheiro oriundo da Petrobrás. Para Dodge, a criação da organização da forma como estava sendo proposta é inconstitucional.

- Publicidade -

Durante a sessão desta quinta, alguns ministros manifestaram duras críticas aos procuradores, como Gilmar Mendes, que em seu voto acusou o procurador Deltan Dallagnol de pegar dinheiro da Petrobrás para fazer fundo eleitoral. “Sabe-se lá o que podem estar fazendo com esse dinheiro”, disse. “Isto é um modelo ditatorial. Se eles estudaram em Harvard, são uns cretinos, não sabem o que é processo civilizatório”, disparou.

CLICK POLÍTICA com informações de brasil247

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.