LAVA JATO PRENDEU LULA SEM PROVAS E DESEMPREGOU MILHÕES DE BRASILEIROS, diz Azevedo

O colunista Reinaldo Azevedo publicou neste domingo um balanço dos cinco anos de Lava Jato, em que retrata a operação como uma das maiores tragédias já ocorridas no Brasil. “A Lava Jato completa cinco anos hoje. Veio para mudar o Brasil. Mudou. Jair Bolsonaro é presidente da República: Sérgio Moro é ministro da Justiça; Vélez Rodriguez é ministro da Educação; Damares Alves é ministra dos que vestem azul e das que vestem rosa, e o chefe do Executivo atravessou o umbral da nova era ao divulgar um filminho pornô”, escreveu ele, em sua coluna no Uol.

Reinaldo também lembra a prisão ilegal de Lula e o exército de milhões de desempregados criados pela operação.

- Publicidade -

“A Força Tarefa, ainda a maior pauteira da imprensa, tem na sua história alguns feitos notáveis: conseguiu mandar para a cadeia um ex-presidente da República sem apresentar as provas de seu crime e tentou criar uma fundação bilionária que renderia em juros o que empresas que empregam milhares não rendem em lucros.

Parte dos 12,7 milhões de desempregados se deve à sua eficiência. Deveria ser um esforço organizado de combate à corrupção. Tornou-se um projeto de captura do Estado. Com R$ 2,5 bilhões em caixa, poderia tentar interferir na escolha do próximo papa.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.