Início Mundo Estrangeiros estão entre os mortos em ataques no Sri Lanka; bilionário dinamarquês perdeu três filhos

Estrangeiros estão entre os mortos em ataques no Sri Lanka; bilionário dinamarquês perdeu três filhos

por Portal Click Política




Balanço indica que um total de 290 pessoas morreram, sendo que 39 eram estrangeiros. Nomes das vítimas não foram divulgados. Vítima de ataques no domingo de Páscoa é velada em Negombo, no Sri Lanka, nesta segunda-feira (22)
Gemunu Amarasinghe/ AP
O ministro do Turismo do Sri Lanka, John Amaratunga, afirmou que pelo menos 39 estrangeiros morreram nos ataques a igrejas e hotéis no domingo de Páscoa, de acordo com a CNN. O balanço divulgado pela polícia nesta segunda-feira (22) indica que um total de 290 pessoas morreram e cerca de 500 ficaram feridas.
O nome das vítimas ainda não foi divulgado oficialmente, mas já se sabe que três dos quatro filhos do bilionário dinamarquês Anders Holch Povlsen, proprietário do grupo de moda Bestseller e acionista majoritário da marca ASOS, morreram nos atentados.
A imprensa dinamarquesa afirmou que Anders Holch Povlsen, sua mulher (Anne Holch Povlsen) e seus quatro filhos estavam de férias no país.
A identidade e a idade das vítimas não foram comunicadas. “Pedimos que a privacidade da família seja respeitada e não faremos outros comentários”, declarou à AFP Jesper Stubkier, gerente de comunicações da Bestseller.
Mais rico da Dinamarca
Foto de arquivo mostram o empresário Anders Holch Povlsen e sua esposa, Anne Holch Povlsen. Casal perdeu três dos quatro filhos nos ataques ocorridos no Sri Lanka, no domingo (21)
Tariq Mikkel Khan / Ritzau Scanpix / AFP
Considerado a pessoa mais rica na Dinamarca, Anders Holch Povlsen, de 46 anos, herdou o grupo de moda Bestseller, criado em 1975 por seus pais, Merete e Troels Holch Povlsen.
O grupo, que possui cerca de 3.000 pontos de venda em 70 países, possui marcas como Vero Moda, Only e Jack & Jones.
Holch Povlsen também é acionista majoritário da marca britânica de moda online ASOS e faz parte do capital da Zalando, especialista alemã em vendas pela Internet.
Ataques
Oito explosões foram registradas na capital do Sri Lanka, Colombo, e nas regiões de Katana e Batticaloa por volta das 8h45 (0h15, no horário de Brasília) de domingo (21).
Entre os alvos estavam três igrejas, onde aconteciam as missas da Páscoa. Os hotéis cinco-estrelas Shangri-La, Kingsbury, Cinnamon Grand e um quarto hotel, todos em Colombo, também foram atingidos. Uma explosão ainda foi registrada em um complexo de casas.
Nenhum grupo reivindicou a autoria dos ataques, mas o governo atribui as ações ao grupo National Thowheeth Jama’ath (NTJ). As autoridades acreditam que os ataques tenham sido realizados com a ajuda estrangeira, por isso, vai pedir ajuda externa para rastrear as ligações internacionais.
O porta-voz do governo, Rajitha Senaratne, afirmou que, 14 dias antes dos ataques, relatórios do serviço de inteligência indicavam que eles ocorreriam. Porém, ele ressaltou que o primeiro-ministro, Ranil Wickremesinghe, e seu gabinete não estavam a par dessas informações.
“Não estamos tentando fugir da responsabilidade, mas esses são os fatos. Ficamos surpresos ao ver esses relatórios”, declarou, segundo o jornal britânico “The Guardian”.

Rodrigo Cunha/G1

Deixe seu Comentário

Você também pode gostar

Deixe o Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência em anúncios, clique em aceitar para fechar esta janela. Aceitar