Início Mundo Protesto contra governo de Iván Duque reúne milhares na Colômbia

Protesto contra governo de Iván Duque reúne milhares na Colômbia

por Portal Click Política




Em dia de greve geral, entidades de classe vão às ruas contra reformas propostas pelo presidente colombiano. Houve confronto entre manifestantes e policiais. Entidades de classe e sindicatos protestam contra reformas de Iván Duque em Bogotá, na Colômbia, nesta quinta-feira (25)
Daniel Muñoz/AFP
Milhares de manifestantes foram às ruas da Colômbia nesta quinta-feira (25) em dia de greve geral convocada por sindicatos e entidades de classe contra o governo do presidente Iván Duque. De acordo com o jornal “El Tiempo”, as razões dos protestos são as seguintes:
Contra reformas trabalhistas e previdenciárias incluídas no Plano Nacional de Desenvolvimento proposto pelo governo Duque (saiba mais abaixo);
Reivindicação do cumprimento dos acordos fechados entre o governo e os professores, como jornada de trabalho.
Na capital Bogotá, um grupo de encapuzados atirou pedras contra a polícia, que respondeu com bombas de gás lacrimogêneo. Além disso, manifestantes picharam a Catedral Primada, construída no início do século XIX.
Polícia detém manifestante durante protesto em Bogotá, na Colômbia, nesta quinta-feira (25)
Daniel Muñoz/AFP
Pelo Twitter, o presidente Duque condenou “os atos de violência e vandalismo” contra a catedral. “Solicito às autoridades avançar rapidamente na identificação e na judicialização dos responsáveis desse ataque, para que se faça justiça”.
Initial plugin text
A ministra do Interior, Nancy Patricia Gutiérrez, que recentemente negociou com os indígenas que protestavam no sudoeste do país, afirmou que por trás das manifestações há uma estratégia política contra o governo.
“Estamos certos de que isto tem motivações políticas e ideológicas da oposição ao governo; está sendo construída uma estratégia de mobilização social desde o ano passado para gerar a sensação de falta de governabilidade”, disse a ministra segundo a agência France Presse.
Plano Nacional de Desenvolvimento
Manifestantes protestam contra Plano Nacional de Desenvolvimento na Colômbia
Daniel Muñoz/AFP
Os protestos foram marcados a poucos dias da votação do Plano Nacional de Desenvolvimento, uma espécie de roteiro para o governo nos próximos quatro anos. O texto vai para etapa final dos trâmites no Congresso colombiano.
Centrais sindicais e grupos de estudantes, professores, indígenas e agricultores são contrários à proposta apresentada pelo governo.
“Hoje estamos pedindo ao governo que nos escute, que não tente privatizar a educação, a saúde, a previdência. Que se preocupe com o desenvolvimento social”, disse à AFP Camila Bermejo, estudante de sociologia de 20 anos na Universidade Nacional, enquanto caminhava para a Praça Bolívar de Bogotá.

Deixe seu Comentário

Você também pode gostar

Deixe o Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência em anúncios, clique em aceitar para fechar esta janela. Aceitar