Polícia francesa recolhe vídeos de hotel em que Najila Trindade se hospedou, diz jornal




Imagens são do circuito interno do hotel em que Neymar é acusado de ter estuprado Najila no dia 15 de maio. Najila Trindade Mendes de Souza na Delegacia da Mulher de Santo Amaro, em São Paulo
Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo
A polícia da França apreendeu imagens internas do hotel em que Najila Trindade, a mulher que acusa Neymar de estupro, ficou hospedada em Paris. As informações são do jornal francês “L’Équipe”, especializado em cobertura esportiva.
Segundo disse uma fonte ao jornal, as imagens tiveram que ser rapidamente recolhidas porque só estariam disponíveis por até um mês depois de terem sido gravadas.
Como não houve investigação aberta contra o jogador na França, não está claro se as imagens foram solicitadas pela polícia do Brasil ou se serão cedidas voluntariamente pela polícia da França.
“Os fatos denunciados pela suposta vítima ocorreram em Paris, mas ela registrou uma queixa em São Paulo, no Brasil. Não há, portanto, razão especial para a abertura de uma investigação na França. Estas gravações deste hotel estão à disposição das autoridades brasileiras”, disse uma fonte ao “L’Équipe”.
Neymar também responde a acusações no Rio de Janeiro, pelo vídeo que publicou nas redes sociais imediatamente após ter sido acusado por Najila Trindade. Na gravação, as conversas entre os dois são mostradas e fotos íntimas de Najila aparecem, o que viola leis digitais de divulgação de conteúdo íntimo.
Initial plugin text

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.