Contarato quer CPI para apurar crimes de Sérgio Moro; SAIBA!

Por George Marques

O senador pela Rede, Fabiano Contarato, apresentou na tarde desta terça-feira (9) pedido para que seja instalada uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) a fim de investigar a quebra de parcialidade por parte do ex-juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça e Segurança Pública. O congressista precisa ainda da assinatura de um terço dos pares, 27 senadores, para o pedido prosseguir no Senado Federal.

- Publicidade -

No documento, Contarato justifica o pedido com base nas diversas matérias divulgadas pelo site The Intercept que mostram os bastidores da operação Lava-Jato. ”Há diálogos apontando indícios de graves irregularidades”, avalia.

“Justamente para esclarecimento desses pontos é que a investigação independente é necessária. Assim, a Comissão Parlamentar de Inquérito é o local adequado para que as informações sejam devidamente apuradas, garantidos o contraditório e a ampla defesa aos investigados”, diz trecho do documento a qual o blog teve acesso.

#AOVIVO [email protected] fala da tribuna do @SenadoFederal e propõe CPI para apurar a quebra do princípio da imparcialidade por parte do ex-juiz Moro, atual ministro da Justiça. Acompanhe: https://t.co/EXE3uJbjDp

— Fabiano Contarato (@ContaratoSenado) July 9, 2019

“O princípio da imparcialidade do julgador é consagrado pelo texto constitucional, na forma do artigo 5o, XXXVII, garantindo que o processo e a sentença sejam conduzidos pela autoridade competente que sempre será determinada por regras estabelecidas anteriormente ao fato sob julgamento. Não há verdade processual sem imparcialidade do juiz”, diz o autor do pedido.

Veja também: Bolsonaro usa Glória Perez para atacar Zé de Abreu
No início de junho Contarato denunciou que recebeu ameaças de morte após protagonizar um dos principais embates com Sergio Moro durante a audiência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da casa no último dia 19.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor
A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.