Havaí descriminaliza porte de maconha




A legislatura de maioria democrata do estado aprovou o novo projeto em maio e o enviou ao governador David Ige para aprovação final. Grupos de defesa receberam bem a medida, embora tenham dito que não avançou o suficiente para legalizar a droga.
Marcelo Brandt/G1
O estado americano do Havaí descriminalizou o porte de pequenas quantidades de cannabis nesta terça-feira, juntando-se a outras duas dezenas de estados que adotaram medidas semelhantes no país.
Segundo a nova lei, qualquer pessoa com até três gramas de maconha deve pagar uma multa de US$ 130, mas a possibilidade de 30 dias de prisão até mesmo por uma pequena quantidade da droga e uma multa de até US$ 1 mil foram removidas.
A legislatura de maioria democrata do estado aprovou o novo projeto em maio e o enviou ao governador David Ige para aprovação final.
Ige não o assinou, mas também não o vetou, efetivamente deixando o projeto se tornar lei nesta terça-feira.
A nova lei entrará em vigor em 11 de janeiro de 2020.
Grupos de defesa receberam bem a medida, embora tenham dito que não avançou o suficiente para legalizar a droga.
“Infelizmente, três gramas é a menor quantidade de qualquer estado que tenha descriminalizado (ou legalizado) a simples posse de maconha”, disse o Marijuana Policy Project em um comunicado.
“Ainda assim, a remoção de penalidades criminais e o possível tempo de prisão por posse de uma pequena quantidade de cannabis é uma melhoria”.
Atualmente, outros 24 estados, bem como Washington DC, aprovaram leis que descriminalizaram ou legalizaram a maconha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.