Embaixador britânico nos EUA pede demissão após polêmica com Trump




Anúncio foi feito nesta quarta (10). O representante do Reino Unido teve e-mails diplomáticos vazados nos quais teria chamado o presidente Donald Trump de “incompetente”. O embaixador britânico nos EUA, Kim Darroch, se demitiu nesta quarta-feira (10).
Sait Serkan Gurbuz / Associated Press
O embaixador britânico nos Estados Unidos, Kim Darroch, se demitiu nesta quarta-feira (10), informa a imprensa americana. O pedido de demissão vem três dias após o início de uma polêmica com o presidente dos EUA, Donald Trump, quando um jornal britânico publicou e-mails diplomáticos confidenciais de Darroch.
Segundo o jornal, o embaixador chamou o presidente americano de “inepto”, “inseguro” e “incompetente” nas correspondências, além de ter alertado que Trump poderia estar em dívida com “russos suspeitos” e criticado as políticas econômicas do presidente americano.
“A situação atual está tornando impossível cumprir o meu papel”, declarou Darroch em comunicado nesta quarta-feira (10).
Desde a divulgação dos e-mails, Trump rompeu com o representante em Washington e o chamou de “um cara muito estúpido”, “maluco” e “pomposo”.
Repercussão
Primeira-ministra britânica, Theresa May, faz pronunciamento nesta terça-feira (2)
Jack Taylor/POOL/AFP
A primeira-ministra britânica, Theresa May, se manifestou sobre o pedido de demissão de Darroch, afirmando que ele “prestou uma vida de serviços” ao Reino Unido.
“Hoje de manhã falei com Sir Kim Darroch. Disse-lhe que é motivo de grande pesar que ele tenha sentido a necessidade de deixar sua posição”, declarou May ao Parlamento britânico nesta quarta-feira (10).
O chefe do serviço diplomático britânico, Simon McDonald, declarou que aceitava a renúncia de Darroch “com profundo pesar pessoal”.
“Nos últimos dias, difíceis, você se comportou como sempre o fez ao longo de uma longa e distinta carreira, com dignidade, profissionalismo e classe. A primeira-ministra, o ministro das Relações Exteriores e todo o serviço público estiveram com você: você foi alvo de um vazamento malicioso; você estava simplesmente fazendo o seu trabalho”, escreveu em comunicado oficial.
Jeremy Hunt, o ministro das Relações Exteriores do Reino Unido, afirmou que está “profundamente triste” com o pedido de demissão de Darroch e “indignado” com o vazamento dos e-mails à imprensa.
Esta reportagem está em atualização.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.