Oportunista como sempre, Dória quer “cozinhar” Aécio e critica FHC em nota

A briga no ninho tucano continua. O diretório municipal do PSDB de São Paulo não gostou das declarações do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que saiu em defesa do deputado Aécio Neves (PSDB-MG), repelindo o pedido de expulsão feito pelo diretório da legenda.

FHC disse em sua página no Twitter que “jogar aliados às feras é oportunismo sem grandeza” e defendeu o direito de defesa de Aécio.

- Publicidade -

Em nota, o diretório diz que considera “inadmissível que pessoas como Aécio Neves permaneçam nos quadros partidários”.

“Não concordamos com sua posição ao defender a permanência do deputado federal e ex-senador Aécio Neves, cuja a trajetória não condiz com o que FHC tem de legado”, diz a nota, segundo informa a coluna Painel, da Folha.

A legenda municipal, comandada pelo governador João Dória, diz que está pautado “por um novo PSDB que trabalha com ética, respeito e compromisso com o país.”

“Ressaltamos que a votação com o pedido de expulsão realizada por este diretório na última quinta-feira(4) se deveu pelo fato de não compactuarmos com a postura e o histórico de Aécio, que conspurcam a imagem do partido”, diz a nota.

Aécio foi um dos articuladores do golpe. Candidato presidencial derrotado nas urnas, ele comandou o que chamou de “ver a Dilma sangrar”. Foi senador por Minas Gerais e ex-presidente nacional do PSDB.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.