Início Mundo Como a capitã de seleção de futebol dos EUA virou ‘heroína’ dos liberais e vilã para partidários de Trump

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência em anúncios, clique em aceitar para fechar esta janela. Aceitar