Início Mundo Irã anuncia que deteve petroleiro britânico no estreito de Ormuz

Irã anuncia que deteve petroleiro britânico no estreito de Ormuz

por Portal Click Política




Ação acontece no mesmo dia em que Gibraltar anunciou extensão da retenção de um petroleiro iraniano, suspeito de transportar petróleo para a Síria. A Guarda Revolucionária do Irã anunciou nesta sexta-feira (19) que capturou um petroleiro britânico por violar a lei marítima internacional quando cruzava o estreito de Ormuz, palco de uma escalada da tensão entre Teerã e Washington.
A detenção acontece no mesmo dia em que A Suprema Corte de Gibraltar estendeu por mais 30 dias o período de retenção do petroleiro iraniano Grace 1, detido há duas semanas nesse território pelas suspeitas de que transportava petróleo à Síria, país em conflito armado há oito anos e sujeito a sanções da União Europeia.
A decisão foi tomada nesta sexta-feira durante reunião do Supremo local, que marcou uma nova audiência para o dia 15 de agosto, segundo informou o governo desta colônia britânica em comunicado.
Petroleiro ‘Grace 1’, suspeito de levar petróleo iraniano à Síria, foi apreendido em Gibraltar
Jon Nazca/Reuters
Quatro membros da tripulação do petroleiro, entre eles o capitão, foram detidos, mas colocados em liberdade após pagar uma fiança na semana passada.
A detenção do Grace 1 gerou um conflito diplomático entre Irã e Reino Unido, e na semana passada uma fragata da Marinha britânica abortou uma tentativa de três navios ligeiros iranianos de interceptar um petroleiro britânico que navegava pelo Golfo Pérsico.
O líder supremo do Irã, Ali Khamenei, classificou na terça-feira passada a detenção do petroleiro iraniano como “ato de pirataria marítima” e advertiu que seu país responderá ao Reino Unido “no momento apropriado”.
Na quarta-feira, a primeira-ministra britânica, Theresa May, e o ministro principal gibraltino, Fabián Picardo, analisaram a situação em reunião em Londres, na qual a chefe de governo do Reino Unido ressaltou a “importância de que se siga o processo legal independente em Gibraltar” e elogiou os esforços do território em “implementar as sanções da União Europeia sobre a Síria”.

Deixe seu Comentário

Você também pode gostar

Deixe o Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência em anúncios, clique em aceitar para fechar esta janela. Aceitar