Ataque na Somália deixa mortos e feridos




Um carro-bomba explodiu perto do aeroporto de Mogadíscio, capital do país, nesta segunda-feira (22). Número de mortos e feridos não é confirmado. O grupo Al-Shabab, ligado à Al Qaeda, reivindicou a responsabilidade pelo ataque. Trabalhadores médicos ajudam um homem ferido em um ataque com carro-bomba, no hospital Medina, em Mogadíscio, Somália, nesta segunda-feira (22).
Farah Abdi Warsameh/AP
Um ataque suicida com carro-bomba em Mogadíscio, capital da Somália, deixou mortos e feridos nesta segunda-feira (22). Segundo a agência EFE, a polícia confirmou pelo menos 11 mortes e 15 feridos. Já agência de notícias Reuters fala em 7 mortos e 27 feridos.
A bomba explodiu do lado de fora de um hotel perto do aeroporto internacional de Mogadíscio, diz a Reuters. A explosão ocorreu no primeiro posto de controle na estrada que leva ao aeroporto, declarou Farah Hussein, um comerciante que testemunhou o ataque.
O hospital Medina recebeu 7 corpos e 27 pessoas feridas, 17 delas em estado grave, disse Nura Hassan, enfermeira do hospital, segundo a Reuters.
O grupo Al-Shabab, ligado à Al Qaeda, reivindicou a responsabilidade pelo ataque. O Al-Shabab tenta derrubar o governo da Somália, que é apoiado pela ONU e pela União Africana. O grupo também assumiu a autoria do ataque no dia 12 de julho, em um hotel em Kismayo, que matou 26 pessoas.
Guerra na Somália
Arte/G1
As forças de segurança isolaram a região após o ataque desta segunda (22), que também danificou vários veículos que estavam prestes a passar pelo posto de controle.
A Somália vive em estado de guerra e caos desde 1991, quando o ditador Mohamed Siad Barre foi derrubado. Isso deixou o país sem um governo efetivo e em mãos de milícias radicais islâmicas, senhores da guerra que respondem aos interesses de um clã determinado e grupos armados.
A última eleição realmente democrática no país ocorreu em 1969.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.