Huawei teria secretamente ajudado Coreia do Norte a construir e manter rede sem fio, diz jornal




Se for confirmado, envolvimento da Huawei com a Coreia do Norte pode complicar a já turbulenta imagem da empresa nos Estados Unidos. Bandeira norte-coreana em frente a um conjunto residencial em Pyongyang
Creative Commons CC0
A Huawei, gigante chinesa de tecnologia, secretamente ajudou a Coreia do Norte a construir e manter sua rede de comunicação sem fio, publicou o jornal “Washington Post” nesta segunda-feira (22), citando fontes e documentos.
A companhia chinesa teria feito parceria com a estatal chinesa Panda International Information Technology, em uma série de projetos na Coreia do Norte ao longo de 8 anos, publicou o jornal. Huawei e Panda teriam deixado o escritório que ocupavam em Pyongyang no primeiro semestre de 2016, de acordo com a publicação.
Essa parceria gera dúvidas sobre se a Huawei — que tem utilizado tecnologia de empresas dos EUA em seus componentes — violou controles de exportação norte-americanos para fornecer equipamentos à Coreia do Norte. Recentemente, a Huawei foi colocada em uma lista de proibição comercial dos Estados Unidos sob preocupações de segurança nacional e está proibida de comercializar componentes e softwares com empresas dos EUA.
Secretário dos EUA diz que presidente da Huawei mente sobre laços com governo da China
O governo de Donald Trump cita preocupações de que a empresa era usada para atividades de espionagem de Pequim para justificar a inclusão da Huawei na lista. A inclusão da companhia na lista impede que empresa norte-americanas vendam componentes para a Huawei sem licenças especiais.
EUA dizem que darão licenças de vendas para Huawei se segurança nacional for protegida
Procurada pela Reuters, a Huawei não comentou o assunto de imediato, mas disse em comunicado ao “Washington Post” que “não tem presença de negócios” na Coreia do Norte. Não foi possível contatar a estatal Panda.
O Departamento de Comércio dos EUA, que também não comentou o assunto, investiga possíveis conexões entre Huawei e Coreia do Norte desde 2016, mas até agora, segundo o jornal, não relacionou as duas partes publicamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.