Início Mundo Boris Johnson é escolhido para ser o primeiro-ministro do Reino Unido

Boris Johnson é escolhido para ser o primeiro-ministro do Reino Unido

por Portal Click Política




Johnson foi um dos chefes da campanha a favor do Brexit durante o referendo de 2016 e promete comandar uma saída da União Europeia mesmo sem acordo. Boris Johnson em imagem feita horas antes do anúncio das eleições do Partido Conservador
Hannah McKay/Reuters
O ex-ministro de Relações Exteriores e ex-prefeito de Londres Boris Johnson foi escolhido pelos 124 mil membros do Partido Conservador para ser o próximo primeiro-ministro do Reino Unido.
Ele venceu o rival Jeremy Hunt depois de sete semanas de campanha.
Boris Johnson era o favorito para se tornar líder do Partido Conservador e, consequentemente, primeiro-ministro, desde que Theresa May anunciou que deixaria o cargo, em 24 de maio. Ele já tinha tentado disputar os mesmos postos em 2016, mas, após perder apoio, retirou sua candidatura.
May cedeu à pressão após meses de pedidos para que renunciasse devido ao fracasso nas negociações de seu projeto de Brexit – aprovado pela União Europeia – com o Parlamento britânico. O plano foi votado por três vezes e rejeitado em todas, mesmo com alterações e concessões.
Já desgastada, ela tinha prometido que renunciaria caso não conseguisse a aprovação antes da última votação, mas ainda assim permaneceu por mais dois meses no cargo e conseguiu arrancar da União Europeia mais uma prorrogação no prazo para a saída do Reino Unido do bloco – desta vez para 31 de outubro.
Johnson, que foi um dos chefes da campanha a favor do Brexit antes do referendo de 2016, chegou a votar a favor do projeto de May em março, mas depois se voltou contra o plano da então premiê.
O novo primeiro-ministro garante que a data de 31 de outubro será mantida, ainda que para isso seja necessário um Brexit “no deal” (sem acordo). No entanto, ele afirma que pretende conseguir uma nova negociação com a União Europeia – mesmo com o bloco já tendo dito diversas vezes que descarta retomar os diálogos com o Reino Unido.
Eleições
Para chegar à liderança do Partido Conservador –cargo que estava vago desde 7 de junho, quando May se retirou– e ao posto de primeiro-ministro, Boris Johnson enfrentou nove concorrentes: Jeremy Hunt, Michael Gove, Dominic Raab, Sajid Javid, Matt Hancock, Rory Stewart, Andrea Ledsom, Mark Harper e Esther McVey.
Jeremy Hunt foi candidato ao cargo de primeiro-ministro do Reino Unido
Peter Nicholls/Reuters
Em uma primeira rodada de votações, os três últimos foram eliminados por não obterem os votos de 16 deputados (5%) de seu partido. Na rodada seguinte, saíram os que não conseguiram 10% e a lista foi sendo reduzida até que sobraram apenas Johnson e Hunt, atual ministro das Relações Exteriores.
A votação então foi transferida para os cerca de 124 mil membros registrados do partido, que enviaram seus votos pelos Correios durante três semanas.

Deixe seu Comentário

Você também pode gostar

Deixe o Comentário

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência em anúncios, clique em aceitar para fechar esta janela. Aceitar