Teste de míssil americano vai reativar corrida armamentista, diz a China




EUA dispararam um míssil que alcançou seu alvo a 500 quilômetros de distância em uma ilha no Oceano Pacífico. O teste de um míssil americano de médio alcance vai reativar a corrida armamentista, criticou o governo da China, que fez um alerta contra “uma escalada de confrontos militares”.
O teste executado pelos Estados Unidos no domingo (18) na costa da Califórnia “terá graves consequências negativas para a segurança regional e internacional”, afirmou o porta-voz do ministério chinês das Relações Exteriores, Geng Shuang.
A revelação sobre o teste foi feita por meio de um comunicado do Pentágono na segunda-feira (19). Foi o primeiro teste desse tipo desde que os EUA abandonaram o tratado de desarmamento nuclear INF, assinado nos últimos anos da Guerra Fria. Os Estados Unidos saíram do acordo porque, segundo o país, a Rússia descumpria o tratado, o que o Kremlin nega.
O teste aconteceu na ilha de San Nicolas, na Califórnia. Um míssil atingiu seu alvo depois de percorrer mais de 500 km.
EUA testam míssil de médio alcance na Califórnia
Rodrigo Sanches/G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.