Dallagnol foge de audiência na Câmara para tratar sobre troca de mensagens entre procuradores

O procurador e coordenador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol, desistiu de participar nesta terça-feira (10) de um debate com o editor do The Intercept Brasil, Leandro Demori, na Comissão de Trabalho (CTASP) da Câmara dos Deputados, para tratar sobre a legalidade na conduta dos agentes públicos envolvidos na troca de mensagens entre o ex-juiz Sérgio Moro e procuradores da Lava-Jato.

O objetivo da reunião será debater as reportagens do Intercept que noticiaram mensagens trocadas entre Deltan, o então juiz Sérgio Moro (atual ministro da Justiça e da Segurança Pública) e outros integrantes da Lava Jato. Os textos do site levantam a suspeita de que Moro teria atuado com parcialidade em decisões relacionadas à operação.

- Publicidade -

Esta é a segunda vez que Deltan se nega a dar explicações aos parlamentares.

Em suas redes sociais o deputado federal Paulão (PT) criticou mais essa recusa de Deltan de explicar à sociedade o conteúdo revelado pela Vaza Jato. “Nós queremos respostas”, pediu o parlamentar.

Veja também: Flávio Dino assume articulação de frente contra Bolsonaro para eleições de 2020 em SP
O debate foi proposto pelo deputado Rogério Correia (PT-MG). Para ele, “o episódio revela para a sociedade uma articulação entre acusador e juiz para condenar alguém sem a devida imparcialidade”.

Blog do George Marques

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui