Tribunal tunisino mantém preso um dos candidatos favoritos à presidência do país




Magnata da mídia Nabil Karoui foi preso desde 23 de agosto por lavagem de dinheiro. Eleição acontece no domingo (15). Nabil Karoui, empresário e proprietário do canal privado Nessma TV, em imagem de 2 de agosto de 2019
Zoubeir Souissi/ Reuters
Um tribunal de apelação da Tunísia rejeitou nesta sexta-feira (13) um pedido do candidato presidencial Nabil Karoui, um dos favoritos, para ser libertado da prisão. O primeiro turno da eleição acontece no domingo (15).
A informação foi divulgada pelo advogado dele, Kamel Ben Massoud, à agência Reuters.
O magnata da mídia, preso desde 23 de agosto por lavagem de dinheiro, buscava aguardar em liberdade o julgamento do processo que responde por fraude fiscal e lavagem de dinheiro.
A decisão do Tribunal de Cassação marca o último dia da campanha presidencial, que mobilizou 26 candidatos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.