Início Mundo Em discurso na ONU, vice de Maduro diz que Bolsonaro lidera ‘mercantilização da Amazônia’

Em discurso na ONU, vice de Maduro diz que Bolsonaro lidera ‘mercantilização da Amazônia’

por Portal Click Política




Delcy Rodriguez, que representa o governo chavista na ONU, acusou presidente brasileiro de levar ‘ideologia extremista’ para destruir floresta. Vice-presidente do governo chavista na Venezuela, Delcy Rodríguez, discursa na Assembleia da ONU nesta sexta-feira (27)
Eduardo Munoz/Reuters
A vice-presidente do governo de Nicolás Maduro na Venezuela, Delcy Rodríguez, afirmou que o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, lidera o que chamou de “mercantilização da Amazônia”. A declaração foi feita em discurso nesta sexta-feira (27) na Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York (Estados Unidos).
“Como país amazônico, levantamos nossa voz para rechaçar a bárbara mercantilização da Amazônia liderada pelo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro”, disse.
Sem detalhar a afirmação, Rodríguez ainda acusou o presidente brasileiro de “ter trasladado sua ideologia extremista” para destruir o que ela chamou de “pulmão natural” (do ponto de vista científico, a Amazônia não pode ser considerada o pulmão do planeta).
A vice-presidente do regime chavista participa da Assembleia Geral da ONU como representante venezuelana – a organização não reconhece Juan Guaidó como presidente interino.
Discurso de Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro durante discurso na Assembleia Geral da ONU, nesta terça-feira (24).
Alan Santos/Presidência da República
O presidente Bolsonaro, que abriu os debates da Assembleia Geral da ONU, criticou nominalmente a Venezuela durante o discurso de terça-feira.
“A Venezuela, outrora um país pujante e democrático, hoje experimenta a crueldade do socialismo. O socialismo está dando certo na Venezuela? Todos estão pobres e sem liberdade”, afirmou.
Bolsonaro também afirmou que tem “compromisso solene” com a preservação do meio ambiente e acusou líderes estrangeiros de ataque à soberania do Brasil.
Veja a íntegra do discurso de Bolsonaro na ONU
“É uma falácia dizer que a Amazônia é um patrimônio da humanidade e um equívoco, como atestam os cientistas, afirmar que a Amazônia, a nossa floresta, é o pulmão do mundo. Valendo-se dessas falácias um ou outro país, em vez de ajudar, embarcou nas mentiras da mídia e se portou de forma desrespeitosa e com espírito colonialista. Questionaram aquilo que nos é mais sagrado, a nossa soberania”, disse Bolsonaro.
“Quero reafirmar minha posição de que qualquer iniciativa de ajuda ou apoio à preservação da floresta amazônica, ou de outros biomas, deve ser tratado em pleno respeito à soberania brasileira. Estamos prontos para, em parcerias e agregando valor, aproveitar de forma sustentável todo o nosso potencial.”
Chanceler russo fala sobre Venezuela
Sergey Lavrov, chanceler da Rússia, discursa na Assembleia da ONU nesta sexta-feira (27)
Brendan Mcdermid/Reuters
Pouco antes do discurso de Rodríguez, o ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, mencionou a Venezuela e sugeriu apoio ao governo chavista.
“Nós vemos agora as tentativas de incluir a Venezuela em uma lista de países cujo estado foi destruído diante dos nossos olhos, por agressões ou acusações que vêm do exterior”, disse Lavrov.
Maduro viajou à Rússia nesta semana para um encontro com o presidente Vladimir Putin, que afirmou apoiar o diálogo entre chavistas e opositores na Venezuela.
Initial plugin text

Deixe seu Comentário

Você também pode gostar

Deixe o Comentário

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência em anúncios, clique em aceitar para fechar esta janela. Aceitar