Início Mundo Partido de Trump perde eleições em redutos republicanos a um ano de disputa presidencial nos EUA

Partido de Trump perde eleições em redutos republicanos a um ano de disputa presidencial nos EUA

por Portal Click Política




Republicanos mantêm governo do Mississippi, mas perdem controle do parlamento da Virgínia. Em Kentucky, resultados indicam vitória de democrata, mas governista pede revisão da contagem. Andy Beshear, democrata candidato ao governo de Kentucky (EUA), comemora resultado preliminar de eleição estadual
Bryan Woolston/AP Photo
As eleições em dois estados norte-americanos na terça-feira (6) deram resultados favoráveis ao Partido Democrata, de oposição ao presidente Donald Trump. São redutos tradicionalmente republicanos, o que leva os governistas a acenderem alerta tendo em vista a eleição presidencial de 2020. Veja abaixo:
O candidato democrata ao governo do Kentucky, Andy Beshear, afirma ter vencido a eleição – o que o republicano Matt Bevin contesta.
Na Virgínia, os democratas tomaram o controle do parlamento local.
A exceção foi o Mississippi, onde o Partido Republicano manteve o controle do governo com a vitória do candidato Tate Reeves, apoiado por Trump.
Num momento em que os Estados Unidos se concentram no desenvolvimento da investigação para um eventual processo de impeachment de Trump, essas eleições em Kentucky, Mississippi e Virgínia foram consideradas como um indicador de como os eleitores observam essa crise.
Aliado de Trump admite troca de favores com Biden
Disputa em Kentucky
Os resultados da eleição para governador de Kentucky mostraram o atual mandatário Matt Bevin, do Partido Republicano, mais de 5 mil votos atrás do democrata Andy Beshear. Entretanto, o conservador pediu uma análise da contagem de votos e não assumiu a derrota.
“Esta é uma corrida muito, muito apertada. Não vamos conceder a vitória de jeito nenhum”, declarou Bevin.
Trump se empenhou pessoalmente na campanha do governista para que ele se mantivesse no governo de Kentucky. Por isso, a derrota representa um duro golpe no Partido Republicano – nas eleições presidenciais de 2020, Trump venceu Hillary Clinton por 30 pontos de diferença.
O presidente escreveu no Twitter que Bevin ganhou pelo menos 15 pontos nos últimos dias e afirmou que a “mídia falsa” o culparia pela derrota do republicano. Além disso, Trump alardeou que os republicanos haviam vencido as outras eleições locais em Kentucky.
Do outro lado, Beshear – cujo pai foi o último governador democrata deste estado – foi impulsionado por uma forte mobilização nas áreas mais ricas das grandes cidades, uma dinâmica que também pode ser fundamental para as eleições presidenciais de novembro de 2020.
Virada na Virgínia
Os democratas também retomaram o controle – pela primeira vez em 25 anos – das duas câmaras da Assembleia da Virgínia, de acordo com projeções da imprensa local.
Mulher que fez gesto obsceno para Trump vence eleição
Com um governador do partido, agora os democratas dominam os principais níveis de poder no estado, após uma campanha marcada pelo debate sobre as armas de fogo.
“Esta vitória histórica deve provocar um frio na espinha de Donald Trump e de todos os republicanos”, declarou o presidente do Partido Democrata, Tom Perez.
“No próximo ano, terminaremos o trabalho”, postou no Twitter o senador independente Bernie Sanders, pré-candidato democrata às eleições presidenciais de 2020.
Republicanos no Mississippi
No Mississippi, o candidato republicano Tate Reeves superou o democrata centrista Jim Hood – que, apesar de fazer oposição ao partido de Trump, é antiaborto e favorável às armas de fogo.
“Fantástico resultado, Tate”, celebrou Trump.
Nesta quarta-feira, Trump viajará à Louisiana para apoiar o candidato republicano ao governo do estado que enfrenta o democrata John Bel Edwards, que busca um segundo mandato.
Urbanos x rurais
Na Virgínia e Kentucky, a mudança foi vista como um sinal preocupante para Trump, especialmente entre os eleitores dos bairros mais ricos.
“Os resultados deram novas evidências de uma divisão que cresce entre regiões rurais e urbanas”, consideraram os analistas do site fiveThirtyEight, Nathaniel Rakich e Geoffrey Skelley.
“Os êxitos dos democratas na terça-feira (e incluímos sua derrota apertada no Mississippi) residem em seus resultados particularmente fortes nas regiões suburbanas”, escreveram os analistas.

Deixe seu Comentário

Você também pode gostar

Deixe o Comentário

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência em anúncios, clique em aceitar para fechar esta janela. Aceitar