Guaidó comemora golpe na Bolívia; VEJA!

Após sucessivas tentativas frustradas de dar um golpe de Estado e derrubar o presidente Nicolás Maduro, o líder oposicionista venezuelano Juan Guaidó revelou neste domingo (10) seu alinhamento com o violento golpe de extremistas da direita, que forçaram a renúncia de Evo Morales na Bolívia por meio de ameaças e uso da força.

Guaidó, que tem o apoio do governo brasileiro de Jair Bolsonaro, classificou o golpe na Bolívia como “furacão democrático”, tentando pegar carona nos atos dos extremistas bolivianos.

- Publicidade -

“Brisa? O que se sente é um furacão democrático na América Latina! Que viva a Bolívia, a filha predileta do libertador”, tuitou, fazendo referência ao militar e político venezuelano Simón Bolívar, que em 1825 chamou o país de “minha filha predileta”, ao liderar o processo de independência do país que, durante a colonização, era conhecido como o vice-reinado do Alto Peru.

Click Política

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui