Início Mundo Senador paraguaio que pediu morte de ‘100 mil brasileiros bandidos’ é cassado por agredir policial

Senador paraguaio que pediu morte de ‘100 mil brasileiros bandidos’ é cassado por agredir policial

por Portal Click Política




O agora ex-senador Paraguayo Cubas Colomés perdeu o cargo nesta quinta (28) por ‘uso indevido de influências’. Em vídeo postado nas redes sociais, ele aparece acusando brasileiros de serem ‘invasores’ e de estarem deflorestando o Paraguai. O ex-senador paraguaio Paraguayo Cubas.
Reprodução Facebook Paraguayo Cubas Colomés
Um senador paraguaio que disse ser preciso “matar pelo menos 100 mil brasileiros bandidos” no país teve o mandato cassado nesta quinta-feira (28) por agredir um policial.
Na segunda (25), um vídeo publicado nas redes sociais mostra o agora ex-senador Paraguayo Cubas Colomés dando um tapa em um policial e chutando uma viatura perto de um posto policial em Minga Porá, distrito próximo da fronteira brasileira.
O Senado do Paraguai afirmou que Paraguayo Cubas, que pertence ao “Cruzada Nacional”, perdeu o cargo pelo “uso indevido de influências”.
Initial plugin text
“Se manifestou com violência, bateu em um policial e chutou um carro de patrulha”, argumentou o senador Enrique Bacchetta, segundo o site paraguaio ABC Color. “Se fosse um paraguaio comum, estaria preso”, afirmou.
De acordo com o jornal paraguaio “La Nación”, o agora ex-senador foi a Minga Porá porque, segundo explicou em suas redes sociais, recebeu uma denúncia de que os policiais iriam liberar três caminhões com madeira traficada e desmatada ilegalmente. Os veículos foram apreendidos pelos próprios moradores, segundo o “ABC Color”.
Paraguayo Cubas agrediu policial em Minga Porá
G1
Paraguayo Cubas exigiu aos policiais que prendessem os condutores dos veículos, que estavam detidos no posto policial, mas eles se recusaram. Foi então que o ex-senador começou a agredi-los.
Momentos depois, Cubas foi até o local onde estavam estacionados os três caminhões e acusou brasileiros no Paraguai de serem “bandidos” e “invasores”, e de deflorestarem o país.
“Bandidos brasileiros, bandidos! Invasores, agora desmatando o país! Tem que matar aqui pelo menos 100 mil brasileiros bandidos. Quantos brasileiros tem aqui? 2 milhões. E 100 mil são bandidos.”
De acordo com o “ABC Color”, a presidente do Instituto Nacional de Florestas do Paraguai, Cristina Goralewski, disse que os carregamentos tinham as licenças necessárias para comercialização.
Suspensões
Desde que começou seu mandato como senador, Paraguayo Cubas já havia sido suspenso duas vezes. A primeira foi em abril, por má conduta – ele jogou água e outros objetos em comissários, funcionários e colegas.
Dois morrem em ação da polícia do Paraguai que tentava localizar assassino de pecuarista brasileiro
A segunda suspensão foi em julho, depois de brigar durante uma sessão com outro senador, Enrique Riera, que também acabou suspenso.

Deixe seu Comentário

Você também pode gostar

Deixe o Comentário

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência em anúncios, clique em aceitar para fechar esta janela. Aceitar