Economia chilena despenca 3,4% em outubro por crise social




Crise social causou declínio dramático na atividade comercial e serviços. Desde 18 de outubro, o Chile vive uma onda de grandes protestos contra o governo de Sebastián Piñera
Getty Images via BBC
A economia chilena caiu 3,4% em outubro em relação ao mesmo período do ano anterior, impulsionada pela crise social que começou no dia 18 daquele mês, causando um declínio dramático na atividade comercial e serviços, informou o Banco Central nesta segunda-feira (2).
“A atividade econômica do mês foi afetada pelo desempenho das atividades da indústria de serviços, comércio e manufatura”, afirmou a entidade monetária.
No começo de novembro, o ministro da Fazenda do Chile, Ignacio Briones, disse que o governo poderia reduzir novamente a expectativa de crescimento econômico para 2020 e que “não se pode descartar” que em 2019 o PIB fique abaixo de 2%.
Ele citou “sinais bastante preocupantes” que permitem prever que o último trimestre deste ano será “muito ruim”, em meio à onda de protestos sociais que sacode o Chile há quase dois meses.
Initial plugin text

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.