Carla Zambelli acusa blogueiro bolsonarista de promover fake news sobre a mesma; VEJA!

A notícia, publicada em maio deste ano, acusava Zambelli de praticar “nepotismo cruzado” com o marido em nomeação de seu irmão, Bruno Zambelli, ao cargo de coordenador geral no Incra. “Allan dos Santos me acusou de nepotismo, promoveu um linchamento nacional, me denunciou na PGR e depois fui inocentada. O q ele fez? Uma nota de rodapé no site deles. Em nenhuma rede social, só no site”, protestou a deputada no Twitter.

“Se são contra fake News, continuo aguardando um amplo esclarecimento sobre a acusação que vocês fizeram sobre mim, do processo que foi arquivado e que enviei para vocês já alguns meses”, continuou.

- Publicidade -

O caso foi levado ao Ministério Público Federal do Distrito Federal (MPF-DF), que concluiu que não há nepotismo no caso da deputada. No entanto, Zambelli não ficou satisfeita com a retratação do site. “Peço para o Allan desfazer o linchamento que ele promoveu e vcs acham que a errada sou eu? É isso?“, escreveu.

Apesar de se dizer vítima de linchamento por um dos sites que é acusado de fake news e envolvimento na milícia virtual bolsonarista, Zambelli ironizou na CPMI das Fake News a existência do “gabinete do ódio”. Pronunciamento ocorreu no mesmo dia em que a deputada se desentendeu com Joice Hasselmann, que prestava depoimento na comissão.

Rachada com o núcleo bolsonarista, que tem entre seus principais expoentes os filhos do presidente, Joice expôs detalhes sobre como funciona a rede virtual de fake news comandada por Carlos Bolsonaro que, segundo ela, é financiada com recursos públicos.

Click Política

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui