MAIS MALANDRAGEM: Vaza Jato denuncia que Eduardo Cunha tentou fechar delação, citou 120 políticos e procuradores alegavam que não era “interessante” para o caso; CONFIRA!

Eduardo Cunha (MDB-RJ), preso há três anos, mencionou cerca de 120 políticos em uma tentativa fracassada de fechar um acordo de delação premiada na Operação Lava Jato. Além disso, afirmou ter arrecadado R$ 270 milhões, em cinco anos, para dividir com correligionários e aliados, sendo 70% via caixa dois, de acordo com reportagem de Felipe Bächtold, da Folha, e Rafael Neves, de The Intercept Brasil.

A proposta de delação de Cunha foi entregue a procuradores em meados de 2017. No entanto, seus relatos foram considerados pelos investigadores superficiais demais. Por isso, o acordo não foi homologado.

- Publicidade -

Um dos documentos que mostram a proposta foi compartilhado entre procuradores em um chat do aplicativo Telegram, em julho de 2017. O arquivo faz parte do material encaminhado ao The Intercept Brasil e analisado pelo site e pela Folha de S. Paulo, em mais uma divulgação da Vaza Jato.

Michel Temer (MDB) está entre um dos principais alvos dos relatos, como também o ex-ministro Moreira Franco (MDB) e o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (sem partido).

Click Política com a Fórum

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui