Secretário de Estado dos EUA adia viagem à Ucrânia para se concentrar no Iraque




Manifestantes invadiram a embaixada americana em Bagdá nesta terça (31). O secretário de Estado dos EUA Mike Pompeo durante evento em Washington, em 19 de dezembro
Matt Rourke/AP
O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, adiou nesta quarta-feira (1º) uma viagem à Ucrânia para se concentrar na situação no Iraque, após manifestantes atacarem a embaixada dos EUA no país do Oriente Médio.
Seguidores de grupos paramilitares iraquianos apoiados pelo Irã invadiram o perímetro da embaixada dos EUA e atiraram pedras em dois dias de protestos. Eles se retiraram nesta quarta-feira, após Washington deslocar tropas adicionais e ameaçar represálias contra Teerã.
Pompeo adiou sua viagem para Ucrânia, Belarus, Cazaquistão, Uzbequistão e Chipre “devido à necessidade de estar em Washington para continuar a monitorar a situação em andamento no Iraque e garantir a segurança dos americanos no Oriente Médio”, afirmou a porta-voz do Departamento de Estado, Morgan Ortagus, em comunicado.
Na noite de terça-feira, Pompeo havia dito à Fox News que a viagem à Ucrânia ainda estava confirmada.
Pompeo deveria reafirmar o apoio dos EUA à Ucrânia na visita mais importante do país desde o início do processo de impeachment do presidente Donald Trump pela maneira como lidou com as relações com a Ucrânia.
Um militar iraquiano passa por pneus em chamas na frente da embaixada dos EUA em Badgá, no dia 1º de janeiro de 2020
Thaier al-Sudani/Reuters

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.