Bolsonaro falta com a verdade ao afirmar que o salário mínimo aumentou em seu governo; VEJA!

Bolsonaro mentiu nesta quinta-feira (2) ao dizer que o aumento de R$ 8 no salário mínimo foi “acima do que seria se a lei do PT estivesse em vigor”. Cálculos do Poder360, assim como de deputados do PT, mostram que reajuste nos moldes da Lei nº 12.382, sancionada por Dilma Rousseff em 2012, seria maior do que o valor apresentado pelo presidente.

No dia 31 de dezembro, Bolsonaro anunciou que o salário de R$ 998 passaria por um aumento de 4,11% a partir de 2020, ficando em R$ 1.039. A lei do governo Dilma, no entanto, estabelecia que o mínimo deveria ser renovado levando-se em conta não apenas a inflação do ano anterior, mas também o crescimento do PIB de dois anos antes.

- Publicidade -

De acordo com cálculos do Poder360, considerando-se os valores do INPC – indicador de inflação para famílias com rendimento de 1 a 5 salários mínimos – acumulado em 12 meses e o crescimento do PIB de 2018, reajustado para 1,3% pelo IBGE, o salário mínimo de 2020 deveria ser de R$ 1.045,61, e não de R$ 1.039.

A presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, apresentou um valor ainda maior caso reajuste fosse nos moldes da gestão Dilma.

“Não se iludam! Não teve aumento para o Salário Mínimo. O valor de $ 1.039,00 em 2020 considera expectativa de inflação de dezembro (preço da carne) e reposição de 2019, quando o reajuste ficou abaixo da inflação. Se a política do PT fosse mantida, o SM seria de $ 1.053,00”, escreveu a deputada.

Click Política

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui