Drone que matou líder iraniano é o mais letal da frota dos EUA




Aeronave não-tripulada MQ-9 Reaper pode voar por até 27 horas a uma velocidade de cerca de 400 km/h. Drone que matou general é o mais letal da frota americana
Os Estados Unidos usaram o drone mais letal de sua frota no ataque que matou o general iraniano Qassem Soleimani em Bagdá, no Iraque. A aeronave não-tripulada chamada MQ-9 Reaper consegue voar em uma altura acima dos aviões comerciais e tem autonomia de voo de até 27 horas. O drone pode alcançar uma velocidade de até 400 km/h e carrega mais de uma tonelada de equipamentos, entre eles os mísseis hellfire.
Na sexta-feira, o presidente americano Donald Trump destacou em seu discurso que o ataque foi preciso e infalível.

Donald Trump: Soleimani planejava ataques contra americanos
O bombardeio ordenado por Trump teve como alvo um comboio de veículos dentro do Aeroporto Internacional de Bagdá. A comitiva com Soleimani vinha da Síria e deixava o aeroporto em dois carros. O ataque aconteceu próximo a uma área de cargas. O Pentágono não apresentou detalhes sobre a ação.
O governo americano culpou Soleimani por mortes de americanos no Oriente Médio e afirmou que o objetivo foi deter planos de futuros ataques iranianos.
Em foto de 2016, Qassem Soleimani, chefe da Guarda Revolucionária Iraniana, participa de um reunião em Terrã, no Irã
Office of the Iranian Supreme Leader via AP, Arquivo
Initial plugin text

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui